O Governo de Alagoas anunciou um conjunto de medidas estratégicas com o objetivo de enfrentar o déficit de servidores públicos estaduais. Dentre essas medidas está a realização de concursos públicos regulares, ajustes salariais, programas de capacitação e parcerias privadas para suprir carências temporárias e permanentes. De acordo com a Secretaria de Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), está prevista a realização de concurso público para 11 órgãos da estrutura do governo.

A Seplag formou Grupos de Trabalho (GTs) compostos por servidores das diversas pastas, que têm até o final do ano para concluir um relatório detalhado sobre a realidade do funcionalismo público. Esses relatórios serão essenciais para traçar um panorama das necessidades de vagas e das características dos quadros de pessoal, conforme informado pela assessoria da Seplag.

"A Seplag, em parceria com os órgãos competentes, está analisando a viabilidade de concursos com base em dados e evidências. Os grupos de trabalho estão avaliando a necessidade de vagas e as características dos quadros de pessoal", afirmou a assessoria da Seplag ao Portal Gazetaweb. Os GTs formados dentro do Governo do Estado estão atuando para apresentar relatórios robustos e condizentes com a realidade dos entes, quanto à existência de déficit.

 
 
Current Time 0:30
Duration 0:30
 
 
Loaded: 100.00%
 
 
 
 
 
 
 

Em junho deste ano, foi lançado o Censo do Servidor para criar uma base de dados que orientará novas ações e projetos. Além disso, a Seplag tem realizado diversas ações de valorização do servidor nos últimos anos, como o Mês do Servidor, realizado em outubro, que engloba uma série de atividades e premiações de reconhecimento.

Para as pastas com quadro funcional envelhecido, a Seplag, em parceria com a Escola de Governo e o AL Previdência, está preparando trilhas de conscientização para aposentadoria. 

O maior desafio, segundo a Seplag, é coletar informações precisas para embasar ações e decisões, garantindo que todas as análises sejam baseadas em dados concretos e reflitam a realidade.

Os órgãos que deverão realizar concursos incluem a Controladoria Geral do Estado (CGE); o Instituto para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (Emater); o Departamento Estadual de Trânsito do Estado de Alagoas (Detran); a Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal); o Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor de Alagoas (Procon/AL); e o Instituto do Meio Ambiente (IMA). Além destes, nas pastas onde foram formados grupos de trabalho, estão contempladas a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades); a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal); o Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral); a Universidade Estadual de Alagoas (Uneal); e a própria Seplag.

Em junho, o governador Paulo Dantas já havia anunciado a realização de concurso público para preenchimento de vagas para professores e técnicos na Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), demonstrando o compromisso do governo com a melhoria e valorização do funcionalismo público no estado.

Em junho deste ano, foi lançado o Censo do Servidor para criar uma base de dados que orientará novas ações e projetos. Além disso, a Seplag tem realizado diversas ações de valorização do servidor nos últimos anos, como o Mês do Servidor, realizado em outubro, que engloba uma série de atividades e premiações de reconhecimento.

Para as pastas com quadro funcional envelhecido, a Seplag, em parceria com a Escola de Governo e o AL Previdência, está preparando trilhas de conscientização para aposentadoria. 

O maior desafio, segundo a Seplag, é coletar informações precisas para embasar ações e decisões, garantindo que todas as análises sejam baseadas em dados concretos e reflitam a realidade.

Os órgãos que deverão realizar concursos incluem a Controladoria Geral do Estado (CGE); o Instituto para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (Emater); o Departamento Estadual de Trânsito do Estado de Alagoas (Detran); a Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal); o Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor de Alagoas (Procon/AL); e o Instituto do Meio Ambiente (IMA). Além destes, nas pastas onde foram formados grupos de trabalho, estão contempladas a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades); a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal); o Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral); a Universidade Estadual de Alagoas (Uneal); e a própria Seplag.

Em junho, o governador Paulo Dantas já havia anunciado a realização de concurso público para preenchimento de vagas para professores e técnicos na Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), demonstrando o compromisso do governo com a melhoria e valorização do funcionalismo público no estado.