Quarta, 20 de Outubro de 2021 16:12
82 9996921076
Dólar comercial R$ 5,53 -1.04%
Euro R$ 6,44 -0.843%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.986%
Bitcoin R$ 390.391,99 +4.303%
Bovespa 111.194,01 pontos +0.47%
Política Arapiraca

Vereadora sai em defesa de servidoras agredidas por deputado em audiência pública na Câmara Municipal

A vereadora disse ainda que vai solicitar à Mesa Diretora da Câmara, que em nome de todos os vereadores, publique um nota de repúdio contra esse tipo de comportamento nas instalações internas da Casa, e num ato de respeito, faça oficilamente o pedido de desculpas às duas servidoras, já que o fato ocorreu durante uma Audiência Pública. O movimento global Virada Feminina divulgou nota em repúdio à atitude desreipeitosa praticada contra as servidoras públicas.

10/10/2021 07h11
Por: Roberto Gonçalves Fonte: Assessoria
Vereadora sai em defesa de servidoras agredidas por deputado em audiência pública na Câmara Municipal

A Câmara Municipal de Arapiraca como qualquer órgão público é um espaço democrático onde são debatidos os mais divergentes temas, e sobretudo é um local de respeito. Mas na Audiência Pública realizada nesta sexta-feira (08), onde servidoras municipais foram convocadas para discutir a ordenação dos ambulantes no município, houve agressão verbal, desrespeito e atitudes machistas. A sequência de atos reprováveis foi praticada pelo deputado estadual Tarcizo Freire (PP) que havia sido convidado para participar do debate público.

A vereadora Fany Gabriella Peixoto Braga (MDB) mais conhecida como Dra. Fany não estava presente à referida sessão em função da atividade de médica que ele exerce no 1º Centro de Saúde, localizado no bairro São Luis, em Arapiraca.

Mas ao saber da violência verbal sofrida pelas servidoras, a vereadora, única mulher a ocupar uma das 19 vagas na Câmara de Arapiraca, imediatamente, prestou solidariedade à Secretária Municipal de Desenvolvimento Urbano e Econômico, Rosa Lira, e a superintendente de Mercados e Feiras, Lidiane dos Santos.

" A Câmara Municipal não pode ser usada para desrespeitar qualquer pessoa, especialmente mulheres, que ao longo da história foram vítimas de todo tipo de violência como o machismo. Sou vereadora e mulher e não posso admitir esse tipo de comportamento em um local público e democrático ", afirmou.

Durante o encontro com a vereadora, Rosa Lira relatou que durante os 23 anos que atua no serviço público nunca presenciou tamanho desrespeito.

"Fomos convocadas pela Câmara para discutir a realocação dos ambulantes que vêm ocorrendo de forma pacífica e democrática, ouvindo as reivindicações da categoria e buscando a melhor solução para todos. No final da audiência, sem termos dito nenhuma palavra contra o deputado, fomos surpreendidas pela fala agressiva e desrespeitosa dele ", desabafou a secretária.

Lidiane dos Santos que é considerada pelos servidores municipais e inclusive pelos ambulantes, uma pessoa de extrema educação, respeitosa, dedicada, e conciliadora, afirmou que não esperava ser agredida verbalmente daquela forma por um parlamentar.

 " Após a Audiência Pública eu recebi tantas mensagens de apoio e solidariedade que só reforçou a minha conduta no serviço público ao longo de todos esses anos ", declarou.

A vereadora disse ainda que vai solicitar à Mesa Diretora da Câmara, que em nome de todos os vereadores, publique um nota de repúdio contra esse tipo de comportamento nas instalações internas da Casa, e num ato de respeito, faça oficilamente o pedido de desculpas às duas servidoras, já que o fato ocorreu durante uma Audiência Pública. O movimento global Virada Feminina divulgou nota em repúdio à atitude desreipeitosa praticada contra as servidoras públicas. 

Veja a nota na íntegra: 

NOTA DE REPÚDIO SOBRE A VIOLÊNCIA PRATICADA PELO DEPUTADO TARCIZO FREIRE (PP/AL


O movimento global de mulheres Virada Feminina, por meio de sua regional Alagoas, tendo tomado conhecimento da conduta desrespeitosa e violenta do deputado estadual Tarcizo Freire (PP/AL), ontem sexta-feira, 08/10, à assistente social Lidiane Paes, servidora pública da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Arapiraca, mulher, mãe e viúva, em sessão da Câmara Municipal de Arapiraca, que discutia a realocação de vendedores ambulantes de áreas do Centro da cidade, vem em público repudiar e se manifestar pela apuração dos fatos, pois toda violência é injustificável e exige atuação dos órgãos competentes à responsabilização de seus atores.

A fala e cenas, amplamente divulgadas nas redes sociais, representam um menosprezo e desrespeito do referido deputado pelas mulheres em geral. Trata-se de uma demonstração grosseira, ofensiva com fúria, violência verbal, injúrias à uma mulher, e ainda, confiante na impunidade, liberou o seu enfurecimento em público, com muitas testemunhas.

Seguro da impunidade, o deputado Tarcizo Freire, manifesta sua cólera exuberante às mulheres, atacando com palavras e ameaças Rosa Lira, secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Arapiraca, que tentou defender a servidora Lidiane e chamar o agressor à sensatez.

A dignidade e o respeito são basilares de uma sociedade democrática. A Virada Feminina Nacional, e de igual forma a sua Regional Alagoas, acredita nas instituições e no dever público decorrente do Estado de Direito.

O Brasil se comprometeu, nacional e internacionalmente, no combate à violência decorrente da desqualificação e subjugação do feminino (violência de gênero contra a mulher), em todos os espaços sociais, com a rigorosa resposta aos casos de sua ocorrência. Com essa diretriz, conclamamos a Assembleia Legislativa de Alagoas, OAB Alagoas, Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Alagoas, CEDIM (do qual a Virada Feminina possui função de suplência) para que exerçam efetiva aplicação da Lei, de forma escorreita e exemplar, a Tarcizo Freire, pois a situação é mais agravante pelo agressor exercer função pública.


Pela Equidade entre mulheres e homens, subscrevemos.

Marta Lívia Suplicy
Presidente da Virada Feminina Nacional

Cléa Paixão
Presidente Regional Virada Feminina-AL

Adriana Toledo, Ana Paula Mendes, Anne Caroline Fidelis, Camila Paiva, Lúcia de Fátima e Paula Lopes - Líderes do GT de Violência da Virada Feminina Regional Alagoas

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (21/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sexta (22/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias