Quarta, 20 de Outubro de 2021 17:25
82 9996921076
Dólar comercial R$ 5,56 -0.437%
Euro R$ 6,49 -0.257%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.272%
Bitcoin R$ 391.233,22 +3.895%
Bovespa 111.048,03 pontos +0.34%
Política Proteção ao idoso

Deputado Ricardo Nezinho propõe Projeto de Lei de Política Estadual da Pessoa Idosa

Na próxima sexta-feira (1º/10) comemora-se o dia Internacional do Idoso instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU)

29/09/2021 12h50
Por: Roberto Gonçalves Fonte: Sete Segundos
Deputado Ricardo Nezinho propõe Projeto de Lei de Política Estadual da Pessoa Idosa

Cronologia dos fatos históricos de Arapiraca

Neste capitulo apresento os fatos marcantes de Arapiraca com base nas informações do Dr. Nelson Rodrigues Correia. O marco da fundação a luta pela emancipação e o crescimento do povoado da cidade a urbanização, o ciclo do fumo a expansão da feira livre precursora do desenvolvimento e da emancipação e o crescimento da terra de Manoel André.

Apresento uma cronologia de forma objetiva os principais eventos e fatos históricos ocorridos nos últimos cem anos resgatando a história e sobretudo dando uma contribuição a leitura e a pesquisa resgatando os seus principais vultos que contribuíram para o desenvolvimento dessa cidade que é a mais importante do interior de Alagoas.

1848 – Manoel André chega às terras que atualmente se localiza a cidade de Arapiraca, com toda a sua família, cujas terras foram compradas por seu sogro, o coronel Amaro da Silva Valente.

1855 – Morre o primeiro habitante de Arapiraca. Dona Maria Valente, esposa de Manoel André, vítima de cólera.

1858 – Chega as terras de Arapiraca José Verissimo Mauricio Pereira da Silva Valente filho do coronel Amaro da Silva Valente para vender sua herança e se localizar em Mangabeira.

1859 – Chegada as terras de Arapiraca de Cupertino dos Santos, localizando-se nas terras denominadas atualmente de Baixão.

1860 – Morte de José Nunes Pereira de Magalhães na antiga Vila de Anadia e retirada de seus filhos com a viúva para as terras de Arapiraca. José Nunes era pai de José Veríssimo.

1861 – Chega as terras de Arapiraca, na localidade Riacho da Onça, Manoel Ferreira de Macedo, para tomar posse de sua herança, como filho de Cel. Amaro da Silva Valente.

1864 – Construção da primeira igreja de Arapiraca. Manoel André mandou construí-la no mesmo local onde sepultou sua primeira mulher, ao lado da sua casa.

1865 – No dia 2 de fevereiro, o Pe. Otávio oliveira, celebra a primeira missa no povoado.

1875 – Casamento de Esperidião Rodrigues da Silva, com sua prima joana Belarmino macêdo.

1880 – Esperidião Rodrigues da Silva torna-se o primeiro comerciante do povoado de Arapiraca.

1883 – criado o município de Limoeiro de Anadia, através da Lei de n. 866, ficando o povoado de Arapiraca fazendo parte integrante deste município.

1884 – Criada a feira de Arapiraca, por iniciativa de Esperidião Rodrigues da Silva. Criada na mesma data uma guarda municipal, para garantia dos feirantes.

1890 – Esperidião Rodrigues da Silva, consegue do governo, a criação de uma escola para o povoado, lei n. 12 de 1890.

1890 – Morre Manoel André, o fundador de Arapiraca.

1892 – Esperidião Rodrigues da Silva é eleito presidente do Conselho Municipal de Villa Limoeiro.

1892 – Esperidião Rodrigues da Silva consegue criar no povoado de Arapiraca um cartório de registro Civil para casamentos, nascimentos e óbitos, também nesse ano, conseguiu que fosse criada uma agência dos Correios.

1892 – Manoel Antônio Pereira Magalhães, como intendente do município, construiu no Povoado de Arapiraca o açude do governo e o tanque de fora.

1904 – Epidemia de varíola no Povoado de Arapiraca. Faleceu neste ano Manoel Antônio Pereira de Magalhães.

1908 – Esperidião Rodrigues da Silva funda no povoado de Arapiraca uma sociedade musical, denominada união Arapiraca.

1909 – a banda de música, no dia 2 de fevereiro sai à rua pela primeira vez, e nesta mesma tarde acompanhada a procissão de N. S. do Bom Conselho, padroeira do povoado.

1912 – Com a vitória do Cel. Clodoaldo da Fonseca ao governo do estado, volta a liderança política à Esperidião Rodrigues da Silva, que elege presidente do Conselho da vila de Limoeiro.

1915 – Esperidião Rodrigues da Silva se elege intendente do Município de Limoeiro, onde se destacou e se firmou como líder político deste município.

1918 - Esperidião Rodrigues da Silva, desgostoso com a política de seus sobrinhos, deixa Arapiraca e segue para Igreja Nova, onde estabeleceu no comercio local.

1918 – Manoel Lúcio Correia e José Magalhaes perdem liderança do município, que volta aos Barbosa.

1920 – Chegada no povoado da primeira bicicleta.

1922 – chega ao povoado “Marvoso’ o primeiro caminhão, pertencente ao Sr. Manoel Leão. Iniciada a construção para Limoeiro.

1924 – Abril, início da campanha para emancipação do povoado com reunião em casa de Antônio Apolinário.

1924 – Abril, primeiros dias, Domingos Lúcio segue para Lagoa Cumprida, levando uma mensagem à Esperidião Rodrigues da silva, escolhido pelo arapiraquenses, como único capaz de liderar o movimento de emancipação.

1924 – 30 de outubro, pelo meio dia. Posse da junta governista. Leitura do termo de posse pelo Juiz de Direito de Palmeira dos Índios, Dr. Medeiros, que fez um brilhante discurso. A banda de música local executou o hino nacional. O Tiro de Guerra esteve presente nas solenidades. Foram empossados os seguintes membros da junta: Francisco de Paula Magalhães, seu presidente: e mais os seguintes: Cícero Gonzaga da Silva; Tibúrcio Valeriano da Silva, Aprígio Jacinto da Silva, Domingos Rodrigues de Macedo; José Pereira Sobrinho; Pedro Lima; Antônio Ribeiro e Antônio Apolinário; festejos populares: balões, bandeiras e sedas em todas as cores. Baile iniciado pelo próprio governador com banda local tocando o “quebra-quebra Guabiraba”. Muitos convidados de cacimbinhas e Sertãozinho.

1924 – 31 de outubro. A junta governista assina o seu primeiro decreto:

Decreto n. 1.

Art. 1º - Fica autorizado o presidente da junta governista de Arapiraca, a executar o constante da regulação desta junta que dispõe sobre a arrecadação dos seguintes impostos conforme consta da ata de 31 de outubro.

1924 – a junta governista aprova o primeiro orçamento, com um arrecadação de Cr$9,54 (9.470$000)

1924 – Novembro – eleição para prefeito e subprefeito do município. Foram eleitos respectivamente para prefeito Esperidião Rodrigues da Silva e José Zeferino de Magalhães.

1924 – 2 de dezembro, o presidente da junta governista, telegrafa ao Dr. Antônio Arecipo, agradecendo a publicação do artigo: “Arapiraca, Vila e sede do município”.

1925 – no dia 6 de janeiro, a junta governista faz a primeira despesa, adquirindo 12 cadeiras para o Paço municipal.

1925 – no dia 17 de janeiro, pela manhã, eleição do presidente e vice presidente do Conselho municipal. Foram eleitos respectivamente os senhores Pedro leão da silva, com 8 votos, para presidente e Manoel pereira (Barbeiro) para vice com apenas 4 votos. Presidiu essa primeira sessão o conselheiro mais velho, senhor Pedro Gama da Silva.

1925 – 7 de janeiro, pela tarde. Posse do primeiro prefeito, Sr. Esperidião Rodrigues da Silva e do subprefeito, Sr. José Zeferino Magalhães. Foram introduzidos na sala do legislativo por comissão de conselheiros, composta por Manoel Lúcio Correia e Rosendo leite da Silva.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (21/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sexta (22/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias