Quinta, 24 de Junho de 2021 11:27 82 996142974
Polícia Luto

Empresária que teve dedos amputados por assaltantes em 2019, em Arapiraca falece vítima de infarto

O velório acontece na Rua Professor Domingos Rodrigues, no bairro Capiatã. O corpo será sepultado às 17h no Pio Xll.

06/05/2021 17h36
424
Por: Roberto Gonçalves Fonte: Já é notícia
 Empresária que teve dedos amputados por assaltantes em 2019, em Arapiraca falece vítima de infarto

Arapiraquense que teve dedos amputados por assaltante, em 2019, morreu vitima após sofrer mal subito na manhã desta quinta-feira (6), em Arapiraca. Marizete Maria de Oliveira estava com o quadro de depressão, segundo amigos e familiares.

Em menos de dois anos após o crime, Marizete perdeu o filho e teve o marido vítima de homicídio em São Sebastião.

Depois dessas situações, familiares relatam que ela entrou em depressão e tomava remédios controlados, quando não resistiu e sofreu um infarto nesta manhã. Uma parente foi acordá-la para tomar os remédios e ela estava morta.

O velório acontece na Rua Professor Domingos Rodrigues, no bairro Capiatã. O corpo será sepultado às 17h no Pio Xll.

Relembre o caso :
 

Marizete Maria de Oliveira foi assaltada e torturada em agosto de 2019 no bairro Baixão, em Arapiraca. Segundo informações da vítima , o marido havia saído para comprar um lanche e ela estava sozinha. Instantes depois os criminosos chegaram em uma motocicleta Honda Bros. Um levantou a porta enquanto o outro entrava com o veículo, abaixando em seguida. Ali começava o pesadelo, que ela jamais poderia imaginar que viveria.

Eles começaram a exigir a chave do automóvel, mas a vítima afirmou que estaria com o esposo. Um deles colocou a arma em sua cabeça e disse: "eu mostro a vc q eu não estou brincando", momento em que se dirigiu à mesa das ferramentas, onde estavam uma faca e um martelo, e começou a ameçar cortar seu dedo, enquanto o outro apontava a arma para sua cabeça.

A princípio, Marizete acreditou que a ameaça seria apenas para pressionar, para que ela entregasse a chave do carro. "Em nenhum momento eu imaginei que ele iria fazer aquilo", lembrou.

Ele cortou o primeiro dedo, tampou sua boca, exigiu a chave mais uma vez, mas ela balançava a cabeça, confirmando que não estava em seu poder. Cinco minutos depois, cortaram o segundo dedo, o que a deixou em estado de choque. Ainda ameaçaram cortar um terceiro dedo e, sem piedade, disseram: "nós cortamos os dedos dela todos, cortamos a 'munheca' e colocamos na boca dela".
Marizete lembrou ainda que teve os seios apalpados, o zíper da calça aberta e recebeu muitas ameaças: "a gente vai fazer o que quiser com você e você vai estar morta", relatou.
Na época, os criminosos não foram presos.

 

Anúncio
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (25/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sábado (26/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias