Conforme postagem institucional nas redes sociais, “carnaval não é feriado, ficando permitida a abertura dos estabelecimentos comerciais da cidade” nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro, respectivamente segunda e terça-feira de Carnaval e quarta-feira de Cinzas.

O sindicato informa ainda que o empresário tem a opção de fazer uma permuta de datas com os colaboradores, por meio de acordo formal de compensação das horas não trabalhadas.

Em entrevista, o presidente do Sindilojas/Arapiraca, Wilton Malta, afirmou que a abertura do comércio durante o Carnaval não é motivada apenas pela crise econômica provocada pela pandemia nos meses em que os estabelecimentos permaneceram com as portas fechadas, mas que manter uma rotina de funcionamento normal durante o período pode, de maneira indireta, impedir o aumento no número de casos de Covid-19.

“O funcionamento normal do comércio durante o carnaval não soluciona o problema das empresas, que passam dificuldades desde o início da pandemia, mas vai evitar que as pessoas sigam para outras cidades e se aglomerem em eventos. Isso sim, pode prejudicar o comércio lá na frente, com o aumento de casos de Covid-19. Se isso acontecer, o comércio vai precisar fechar novamente, como já aconteceu em outras cidades do Brasil˜, ressaltou.

A estratégia, de acordo com Malta, é que até mesmo a feira livre de Arapiraca seja mantida na segunda-feira de Carnaval, diferente de anos anteriores, em que a prefeitura antecipava a feira para o último dia útil antes do início dos festejos.